Tudo o que acontece na vida de Owen Montgomery é meticulosamente organizado em uma planilha ou lista de tarefas. No trabalho não é diferente, e é graças a sua obsessão por ordem que a Pousada Boonsboro está prestes a ser inaugurada – dentro do cronograma.
A única coisa que Owen jamais previu foi o efeito que Avery MacTavish teria sobre ele. A proprietária da pizzaria em frente à pousada sempre foi amiga da família e agora, enquanto vê em primeira mão a fantástica reforma pela qual o lugar está passando, também observa a mudança gradativa de seus sentimentos por Owen.
Os dois foram namorados de infância, e desde então tinham estado bem distantes dos pensamentos um do outro. O desejo que começa a surgir entre eles, porém, não tem nada de inocente e é impossível de ignorar.
Enquanto Owen e Avery decidem se render à paixão e levar seu relacionamento a um nível mais sério, a inauguração da pousada se aproxima e dá a toda a cidade um motivo para comemorar. Mas quando os traumas do passado de Avery batem à porta e a impedem de se entregar, Owen sabe que seu trabalho está longe de terminar. Agora ele precisa convencê-la a baixar a guarda e perceber que aquele que foi seu primeiro amor pode também ser seu eterno namorado.

Autor: Nora Roberts
Editora: Arqueiro
Páginas: 304
Classificação: 3/5
Formato da leitura: Físico

O Eterno Namorado é o segundo volume da trilogia A Pousada. Desta vez o irmão Montgomery em foco é Owen. Quando crianças, Owen e Avery foram namorados. Mas conforme foram crescendo, a amizade substituiu o romance e assim ficariam para sempre, não fosse um pequeno empurrãozinho da nossa fantasma favorita, Lizzie.

Conforme o novo relacionamento entre os dois começa a crescer, conflitos vão surgindo, como a questão de Avery desejar sua independência financeira e segredos de seu passado voltarem para assombrá-la.

Finalmente a verdadeira história de Lizzie, e o motivo de ela ainda estar presa a pousada, ao invés de seguir para o paraíso, é revelada. Em minha opinião, este foi o ponto alto do livro, pois a autora conseguiu manter a aura de mistério em torno da personagem, sem deixá-la sem uma personalidade, que a cada livro se torna mais marcante.

Confesso que ainda não me apaixonei por esta história, já que a autora focou muito nas rotinas de cada personagem, o que em certos momentos deixa a história maçante. Porém, o mistério de Lizzie é o que realmente fez com que eu devorasse as páginas deste livro.

Eu já desenvolvi minha teoria sobre a relação do casal do próximo livro com a fantasma Lizzie, baseando-me nas revelações incríveis do final deste livro. Continuo a recomendar a série para quem deseja uma leitura fluída e leve, apesar de esta não ser a melhor série escrita pela Nora Roberts.

Deixe um comentário

Seu comentário será sempre bem vindo!

Divulgação de blogs