Olá, leitores, como vão? Encontrei esta TAG no canal Vamos Ler e achei a TAG muito legal por ter a proposta de serem respostas curtas e objetivas para cada pergunta! Sinta-se a vontade para responder a esta TAG em seu canal do YouTube, blog ou Instagram.

E-Book or Livro físico?
Físico. Nada se compara ao cheiro de livros novos!
Capa comum ou capa dura?
Comum, por ser mais leve e prática. (e barata!). Mas também amo edições de capa dura...
Livraria online ou livraria física?
Física. Nada como olhar os livros, sentir o cheiro das páginas novas e folhear belas edições.
Série ou Trilogia?
Trilogia! Em outras palavras, Início, meio e fim.
Heróis ou Vilões?
Heróis, sem dúvida!
Um livro que você recomenda para todo mundo ler?
Pollyanna - Eleanor H. Porter. Um livro lindo, que com certeza é para pessoas de todas as idades!
Um livro subestimado? 
Acho que todos os livros clássicos são um pouco subestimados.
O último livro que você terminou de ler? 
O Guardião - Nicholas Sparks.
O último livro que você comprou? 
Empire of Storms (ToG 5) da Sarah J. Maas e O Amor nos Tempos de Cólera do Gabriel Garcia Marquez.
Coisa mais estranha que você usou de marcador de página?
Um cupom fiscal!.
Livros usados: sim ou não?
Sim! Tenho vários livros que comprei em sebos.
Três Gêneros Literários Favoritos?
Fantasia, Romance Histórico e Clássicos.
Comprar ou Emprestar? 
Emprestar... Eu leio muitos livros de biblioteca!
Personagens ou Trama?
Personagens. Não há trama que salve personagens sem profundidade.
Livros longos ou curtos?
Longos! Quanto mais história, melhor!
Capítulos longos ou curtos?
Curtos, pois é melhor parar a leitura antes de um novo capítulo do que no meio de um.
Os primeiros três livros que vierem à sua cabeça: 
Corte de Asas e Ruína, No Mundo da Luna e O Hobbit.
Livros para rir ou livros para chorar?
Para rir!
Nosso Mundo ou Mundos Fictícios?
Mundos Fictícios!
Audiobooks: Sim ou Não?
Não! Eu me distraio muito facilmente com apenas os sons das palavras, hehe. Se bem que aprovo audiobooks na hora de aprender um idioma. Mas novamente, além do audiobook seria interessante o livro físico, para acompanhar em palavras os sons.
Você julga um livro pela capa? 
Levo em consideração muito mais a sinopse do que a capa, pois já vi livros com capas maravilhosas, porém que a sinopse não me instigou a ler o livro.
Adaptação de livro para filme ou de livro para série de tv?
Acho que série de tv seria melhor por ser mais abrangente, e penso que seria ótimo uma série de tv baseada na série de livros Os Bridgertons da Julia Quinn!
Um filme ou série que você gostou mais do que o livro? 
Um Amor para Recordar - Nicholas Sparks. Tanto o filme como o livro são lindos, mas confesso que o filme me emocionou mais do que o livro!
Livros em série ou livros únicos?
Livros únicos, se possível!

Espero que vocês tenham gostado das minhas respostas!

Num planeta em guerra, numa galáxia em que quase todos os seres estão conectados por uma energia misteriosa chamada “a corrente” e cada pessoa possui um dom que lhe confere poderes e limitações, Cyra Noavek e Akos Kereseth são dois jovens de origens distintas cujos destinos se cruzam de forma decisiva. Obrigados a lidar com o ódio entre suas nações, seus preconceitos e visões de mundo, eles podem ser a salvação ou a ruína não só um do outro, mas de toda uma galáxia. Primeiro de uma série de fantasia e ficção científica, Crave a marca é aguardado novo livro da autora da série Divergente, Veronica Roth, que terá lançamento simultâneo em mais de 30 países em 17 de janeiro, e surpreenderá não só os fãs da escritora, mas também de clássicos sci-fi como Star Wars.

Autora: Veronica Roth
Editora: Rocco
Páginas: 480
Classificação: 4/5
Formato da leitura: Físico

Crave a Marca foi uma leitura muito surpreendente! Me lembrou muito de Star Wars: A Força sendo representada pela corrente, que flui pelos seres e planetas pela galáxia. Uma Assembleia que controla o comércio e as relações diplomáticas entre os planetas, assim como o Senado de Star Wars.

Algo que ocorre em todos os planetas da galáxia é que cada habitante possui um dom da corrente, um poder que se manifesta de forma diferente em cada indivíduo, e apenas alguns possuem a fortuna. A fortuna é determinada pelos oráculos, três em cada planeta, onde em cada possibilidade de futuro, ocorre o mesmo destino para determinadas pessoas.
Corações frágeis fazem valer a pena viver neste mundo.
Thuve é um planeta habitado por duas nações em guerra: Thuvianos e Shotets. Akos Kereseth é filha da oráculo Sifa, e com ela aprende a preparar poções com flores-sossego. Ele é muito ligado a família, e por ainda ser criança, não conhece seu dom da corrente, mas sabe que ele e seus irmãos Eijeh e Cisi possuem fortunas, apesar de os pais não lhes terem revelado quais são.

Tudo muda quando a Assembleia decide quebrar o sigilo e revelar para todos os habitantes dos planeta-nações as fortunas de crianças em todos os planetas. É então que o caos se instala. Akos é retirado da escola com seus irmãos e levados imediatamente para a casa deles, onde descobrem três soldados Shotet os esperando.
É como se, quanto mais terríveis forem as coisas que você descobre de uma pessoa, ou mais terrível a pessoa for para você, mais gentil você é com ela.
Apesar de lutarem, Akos e Eijeh são levados pelos inimigos. É lá que irão descobrir suas verdadeiras fortunas, e conhecer Ryzek Noavek, líder Shotet, e sua irmã Cyra. Rizek é cruel e um estrategista, que tenta a todo o custo reverter sua fortuna. Ele usa sua irmã para alcançar seus objetivos, pois o dom da corrente dela é a dor, e assim ele pode torturar seus inimigos através dela. Porém, Cyra também sofre constantemente com as dores de seu dom.

É quando Rizek decide colocar Akos a serviço de sua irmã, pois o dom-da-corrente de Akos impede os dons de outras pessoas de se manifestarem, já que seu poder impede o fluxo da corrente. Com o toque de Akos, Cyra pode viver sem dor.

Algo que acaba surpreendendo a ambos é a amizade que surge entre eles. Conforme a amizade deles fortalece, ambos terão terão de decidir sobre a lealdade de cada um, se os laços familiares valem mais do que a honra, mais do que a verdade e da bondade.
Eu era uma Noavek, e ele um Kereseth. Eu era da nobreza, e ele um prisioneiro. Qualquer que fosse a tranquilidade que encontrávamos um no outro era construída ignorando os fatos.
Eu amei este livro! Cheio de ação e fantasia, o livro é perfeito para os fãs de Star Wars e ficção científica. Amei a construção deste mundo, povos e culturas diferentes, mas ao mesmo tempo, tão parecidos. Todos sentem dor, todos sofrem, todos temem, e todos amam.

Os personagens foram bem construídos, tanto os principais como os coadjuvantes. Cyra foi criada em um lar sem amor, porém isso não impede que ela sinta. Eles podem te-la criado como uma arma para ser usada contra inimigos, mas não puderam endurecer seu coração.

Já Akos foi separado de sua família pelos Shotet e assistiu sem poder impedir seu irmão Eijeh ser transformado lentamente em outra pessoa. Seu maior desejo é fugir e levar seu irmão com ele.
Não há lugar para honra na sobrevivência.
Rizek age e pensa como um tirano, mas no fundo é apenas alguém assustado, lutando contra o destino, se apegando ao poder e ao prestígio social, apesar de isto afastá-lo da única pessoa realmente ligada a ele, sua irmã.

Estou muito ansiosa pela sequência, com lançamento previsto para 2018, para descobrir como esta história irá terminar e que caminhos os personagens irão escolher. Eu amo a trilogia Divergente e já esperava gostar deste livro, mas mesmo assim foi uma ótima surpresa ter minhas expectativas superadas.

"O aguardado segundo volume da saga iniciada em Corte de espinhos e rosas, da mesma autora da série Trono de vidro Nessa continuação, a jovem humana que morreu nas garras de Amarantha, Feyre, assume seu lugar como Quebradora da Maldição e dona dos poderes de sete Grão-Feéricos. Seu coração, no entanto, permanece humano. Incapaz de esquecer o que sofreu para libertar o povo de Tamlin e o pacto firmado com Rhys, senhor da Corte Noturna. Mas, mesmo assim, ela se esforça para reconstruir o lar que criou na Corte Primaveril. Então por que é ao lado de Rhys que se sente mais plena? Peça-chave num jogo que desconhece, Feyre deve aprender rapidamente do que é capaz. Pois um antigo mal, muito pior que Amarantha, se agita no horizonte e ameaça o mundo de humanos e feéricos."

Autora: Sarah J. Maas
Editora: Galera Record
Páginas: 658
Classificação: 4/5 ♥
Formato da leitura: E-book

Após os eventos do primeiro livro, Feyre Archenon está aprendendo a lidar com as mudanças físicas após ter renascido como feérica. Mas o mais importante são as mudanças emocionais e psicológicas. Feyre não é mais a jovem indefesa e que precisa de proteção, e Tamlin não entende, ou não quer compreender, que Feyre mudou.

No dia de seu casamento com Tamlin, Grão-Senhor da Corte Primaveril, ela se sente tão presa e enclausurada que teme desmaiar e cometer uma burrice ao dizer não no altar. Como por mágica, Rhysand, Grão-Senhor da Corte Noturna, surge para salvá-la de cometer tal loucura, alegando que veio buscar Feyre para cumprir o trato de passar uma semana em sua corte.

Na Corte Noturna, Feyre irá aprender a ler e a proteger sua mente de ataques mentais, e ao mesmo tempo começa a experimentar um pouco de liberdade. Mas quando sua semana acaba e ela volta a viver na Corte Primaveril, o sentimento de prisão retorna e é reforçado quando Tamlin, em um acesso de proteção obsessiva, a tranca dentro de casa com um feitiço, sem poder nem ir ao jardim, e Feyre quase enlouquece.
Para as estrelas que escutam, e para os sonhos que são respondidos
Novamente ela é salva por Rhysand, e dessa vez, ela pretende permanecer na Corte Noturna... para sempre. Feyre logo começa a se enturmar com o Círculo Íntimo da Corte, formado por Cassian, Azriel, Morrigan e Amren, e que em pouco tempo se tornam sua família. Feyre irá aprender a controlar seus poderes, a lutar e agirá como embaixadora entre os feéricos e os humanos.

Junto com Rhysand e seus amigos, Feyre embarcará em uma missão para impedir que o rei Hyberion e seus exércitos triunfem, ao juntar as duas partes de um livro de feitiços poderoso que pode impedir a vitória do rei inimigo em seu desejo de dominar Prythian.


Eu simplesmente amei este livro! Eu gostei do primeiro livro no quesito releitura de A Bela e a Fera, mas não tinha gostado muito no quesito da construção do mundo de Prythian, do desenvolvimento da fantasia, mas esta sequência superou e muito minhas expectativas.

A autora conseguiu explorar e muito bem o mundo mágico que criou, assim como nos forneceu muitas explicações para questões que foram deixadas em aberto no primeiro livro. A escrita da Sarah amadureceu, assim como seus personagens.

O livro traz muitos ensinamentos, como sobre a diferença tênue entre a obsessão e o amor, além de encontrar seu eu verdadeiro. Não é apenas uma história de fantasia, mas também sobre escolhas, sobre amadurecer e se conhecer.
Eu era dele e ele era meu, e éramos o início, o meio e o fim. Éramos uma canção cantada desde a primeira brasa de luz no mundo
O livro é repleto de reviravoltas, emoções e com um final daqueles para a sequência, que só será lançada amanhã, 2 de maio de 2017 e no segundo semestre no Brasil. A edição americana da Target vem com um capítulo bônus, Wings and Embers, sob a visão de Cassian e Nesta, que eu considero indispensável para os leitores da série.

Recomendo o livro para os amantes de fantasia, aventura e aos que apreciam estórias com protagonistas femininas fortes. A imagem é da artista Taratjah, e retrata a Feyre e o Rhys durante a Queda das Estrelas, comemoração anual da Corte Noturna.

Encontrei a TAG no Canal da Mayra do All About That Book. Sinta-se a vontade para responder esta TAG em seu blog ou Canal do Youtube.

1. Uma série/livro popular que você não gosta.
Estilhaça-me - Tahereh Mafi. Eu só li o primeiro livro, e apesar de não ter desgostado do livro, também não gostei. Não me senti compelida a ler os outros dois livros que compõem a trilogia, ou aos contos extras.









2. Uma série/livro popular que todo mundo parece odiar, mas que você ama.
Trono de Vidro - Sarah J. Maas. Não que as pessoas não gostem desta série, mas muitas pessoas desistem de acompanhar a série no quarto livro, o que eu acho uma pena, pois há muitas reviravoltas e revelações neste livro.









3. Um triângulo amoroso em que o/a personagem principal não acabou com quem você queria.
Se eu for falar será spoiler, então digamos apenas que quem eu queria que a Eadlyn escolhesse ficou entre os dois finalistas, e sempre foi um grande amigo do escolhido da nossa princesa...









4. Um gênero de livros populares que você não costuma ler.
Terror/Horror. Eu só li um livro do gênero, e já foi suficiente para me assustar, obrigada. O livro se chamava Obsessão, da Tara Moss, o segundo livro da série Makedde. É sobre uma mulher que escapou de ser vitima de um assassino, apenas para se ver novamente envolvida em um jogo de um psicopata que anda caçando mulheres por um campus universitário. Tive pesadelos com este livro, e nunca mais procurei livros deste gênero.






6. Um autor/a popular que você não consegue se interessar.
John Green. Não sei, acho os temas dos livros dele não são realmente a minha praia... Talvez um dia eu leia A Culpa é das Estrelas, pois gostei do filme, mas não consigo me interessar por nenhum outro livro escrito por este aclamado autor.








7. Um clichê que você está cansada de ler.
Triângulos amorosos. Não é algo comum de acontecer. Em compensação, nos livros, parece que é obrigatório o personagem principal não conseguir se decidir entre dois interesses amorosos... Já é algo desanimador começar a ler uma história e descobrir que há um triangulo amoroso. Claro que, se bem escrito, tudo bem. No entanto, o que se percebe em sua grande maioria, é apenas algo colocado ali para produzir mais páginas, ou seja, desnecessário.

8. Uma série ou livro popular que não tem interesse de ler.
Os 13 Porquês - Jay Asher. Não tenho interesse em ler, pois eu honestamente quero ler algo que me traga felicidade, não angustia. O suicídio nunca será a solução. Há sempre tantos motivos para sorrir, para ter esperanças!
E para os que insistem que assuntos como bulliyng e preconceito devem ser abordados em livros, eu recomendo muito mais a leitura de Juntando os Pedaços, que traz uma mensagem muito positiva!






9. "O livro é melhor que o filme". Diga um livro ou série que você achou o filme melhor que o livro.
Um Amor para Recordar - Nicholas Sparks. Não que o livro seja ruim, mas o filme me emocionou muito mais! O filme me passou mais empatia com os personagens do que no livro.

"Neste segundo volume da Trilogia da Gratidão, uma história dramática que fala de três homens que voltam para casa a fim de honrar o último desejo do pai... cuidar de Seth, um menino problemático que precisa de uma família. Esse retorno ao lar ensinará a eles mais do que algum dia poderiam sonhar a respeito do significado de uma família e suas responsabilidades. Agora é tempo de aprender também o significado da aceitação e do amor.
Dos três irmãos, Ethan sempre foi o que compartilhava a paixão do pai pelo litoral de Maryland. Agora que seu pai se foi, Ethan está determinado a transformar o negócio da família, a construção de barcos, num tremendo sucesso. Entre suas realizações, porém, surgem os maiores desafios de sua vida.Lá se encontra o jovem Seth, que necessita mais do que nunca do amor de Ethan. E há também uma mulher que ele sempre amou, mas jamais acreditou que pudesse conquistar. Por baixo das águas aparentemente calmas de Ethan, esconde-se, no entanto, um passado triste e doloroso. Ele terá que aprender a enxergar através das sombras para conseguir aceitar quem é. Porque em seu passado repousa também o seu futuro... e a sua única chance de alcançar a felicidade."

Autora: Nora Roberts
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 359
Classificação: 4/5
Formato da leitura: Físico

  Este é o segundo livro da Trilogia da Gratidão, e o irmão em foco é Ethan. Cam, Ethan e Phillip são irmãos de criação, adotados quando menores pelo casal Ray e Stella Quinn. Cada um deles seguiu seu caminho, porém quando Ray está em um leito de hospital após um acidente grave, os três precisam se unir para cumprir seu último pedido: cuidar do novo menino adotado por ele, Seth.

  Ethan é o mais calmo e contemplativo dos irmãos. Porém, por baixo da sua aparência de calma e tranquilidade, ele esconde muitas cicatrizes de seu passado antes de ter sido adotado pelo casal Quinn. Antes de Ethan ser o homem que é hoje, ele foi um menino assustado e que foi abusado. Por um milagre de Deus ele foi encontrado por Stella e Ray antes de perder a vida.

 Grace Monroe tem 23 anos e trabalha muito para conseguir sustentar sua filha Aubrey, de 2 anos, já que é uma mãe solteira. De dia ela trabalha limpando casas, e de noite é garçonete em um bar. Ela e Ethan se conhecem praticamente durante todas as suas vidas e nutrem sentimentos fortes um pelo  outro, apesar de nenhum dos dois nunca ter tomado a iniciativa.

 Depois dos três homens adultos e independentes voltarem a morar sob um mesmo teto para cumprir com a promessa de cuidar de Seth, Grace passa ainda mais tempo cuidando da limpeza da casa e com isso os ela e Ethan passam a se aproximar ainda mais e não conseguem negar o que sentem um pelo outro.

  O negócio que os irmãos Quinn decidem abrir no primeiro livro, de construir embarcações, anda a todo o vapor e todos os irmãos, incluindo Seth, participam do processo. Porém, alguns problemas surgem, e colocam em cheque a segurança dele, quando sua mãe biológica tenta entrar em contato com eles e ameaça levar o menino consigo.

O livro tem uma estória fluída e viciante, como todo livro de Nora Roberts,  e estou ansiosa para ler o próximo livro da trilogia, que terá foco em Phillip, e descobrir se o menino conseguirá ficar com os Quinn, além de descobrir o grande mistério por trás da adoção de Seth e sua relação com Ray Quinn.

Esta é uma estória sobre amor fraternal, carinho e gratidão; e a recomendo a todos os leitores que apreciem estórias sobre uma família e fale a respeito de adoção.

"Esta coletânea traz os contos A rainha, O príncipe, O guarda e A favorita ilustrados e com introduções inéditas de Kiera Cass. Conheça o príncipe Maxon antes de ele se apaixonar por America, e a rainha Amberly antes de ser escolhida por Clarkson. Veja a Seleção através dos olhos de um guarda que perdeu seu primeiro amor e de uma Selecionada que se apaixonou pelo garoto errado. Você encontrará, ainda, cenas inéditas da série narradas pelos pontos de vista de Celeste e Lucy, um texto contando o que aconteceu com as outras Selecionadas depois do fim da competição e um trecho exclusivo de A sereia, o novo romance de Kiera Cass. Este é um livro essencial para os fãs de A Seleção, que poderão se aprofundar mais nesse universo tão apaixonante."



Autora: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Páginas: 446
Classificação: 4/5
Formato da leitura: Físico

 O livro é composto por vários contos referentes à série A Seleção, que nos ajudam a compreender a visão de outros personagens durante certas cenas que aconteceram nos livros da série ou o que aconteceu nos bastidores da estória. Amberly, Maxon, Marlee, Aspen, Celeste, entre outros personagens, narram estas estórias.

 Meus contos favoritos foram O príncipe, O guarda, A favorita e o epílogo bônus de A Escolha. O conto A rainha, sob a visão de Amberly, foi muito interessante, pois mostrou como os pais de Maxon eram quando mais jovens, tratou sobre a política e mostrou outros detalhes do passado. Por outro lado, alguns contos explicaram pouco, como o que retrata o que aconteceu após a Seleção para algumas das participantes.

 Amei as ilustrações presentes no livro, que mostram determinadas cenas retratadas nos contos. Outro ponto que me agradou foi que antes de cada conto, a autora escrevia um breve texto contando um pouco sobre como fora o processo de criação do conto ou da experiência de escrever sobre a visão de determinado personagem.

 Recomendo este livro para os fãs da série A Seleção. Certamente você irá se emocionar ao reviver momentos da série através dos olhos de outros personagens. A capa é linda e a leitura é super leve e fluída, e promete sorrisos e a sensação de saudade da série e dos personagens.
*A imagem foi retirada do Tumblr Americaleger.

Divulgação de blogs